Nicolas Trevijano idealizou e produziu três espetáculos: “John e Eu”, em 2020, com texto de sua autoria e direção de Marco Antônio Pâmio, “Aberdeen, um Possível Kurt Cobain”, em 2012, com texto de Sérgio Roveri e Direção de José Roberto Jardim, e “A Coleira de Bóris”, em 2008, também com texto de Sérgio Roveri e Direção de Marco Antônio Rodrigues, sendo esta indicada a vários prêmios, dentre os principais, Shell de Melhor Texto, Direção e Iluminação.

flyer_boris_frente.jpg
Convite Sesc Thermas.jpg
Captura de tela 2021-03-10 185858.png